conceicao

Sopa Seca (6 pessoas)

Ingredientes:

12 pães d'UL cortados às fatias (ou pão saloio)
Açúcar amarelo (a gosto)
Paus de canela (a gosto)
Hortelã fresca (a gosto)

3 Lt de água gorda (água onde foram cozidas as carnes):
Porco salgado de véspera (1 cabeça, 1 mão e 1 chispe)
Carne de vaca (Aba)
Galinha (asas e carcaça com pele)

Preparação:

Levam-se as carnes (porco, frango e vaca) a cozer em bastante água. Depois de cozidas, reserva-se o caldo, juntando-lhe um ramo grande de hortelã, vários paus de canela e açúcar, tudo a gosto.
Polvilha-se com açúcar e canela em pó o fundo da assadeira e vão-se colocando, camada por camada, as fatias de pão. Cada camada de pão deve ser regada (encharcada) com a água gorda, açúcar amarelo e folhas frescas de hortelã. A última camada deve ser polvilhada com açúcar.Leva-se a assadeira ao forno, de preferência forno a lenha, até o pão da superficie ficar tostado/caramelizado.

Conceição

Mesa sem pão é rosa sem cheiro

“Eu comecei a ser moleira já na barriga da minha mãe. A minha mãe era moleira, o meu pai também, e fomos”. É com esta simplicidade e sempre com um sorriso nos olhos que Conceição fala da sua vida. Foi em Ul que nasceu, aprendeu o ofício da moagem e quando as fábricas tomaram conta do negócio, aos 50 anos, reinventou a sua vida. Tornou-se numa das orgulhosas padeira de Pão d’Ul. Teve de lutar contra o desgosto e conquistar o seu lugar de padeira. No salão da sua casa decidiu fazer um forno e montar uma padaria, mesmo contra a vontade do marido. Atualmente, Conceição faz o pão e o marido encarrega-se da venda. “É uma iguaria. É um pão onde não há nenhum em lado nenhum igual”, palavra de Conceição. A receita da Sopa Seca está associada à época do Carnaval. Por esta altura, a mãe da Conceição fazia o cozido à portuguesa e aí aproveitava a água gorda, de cozer as carnes, e o pão das vésperas, para fazer a sopa seca. “A sopa seca é uma coisa de pobres, é o resto do pão. Tem é de ser pão d’Ul!”

Saiba mais sobre este projeto AQUI:
Partilhar
Facebook Twitter Mais