Header Imagem
pao

Glúten


Por: Lillian Barros

Nos últimos anos tem havido uma procura crescente por produtos sem glúten e cada vez mais pessoas referem ter intolerância a este composto.

No entanto, é importante não se tirarem conclusões precipitadas e efetivamente fazer-se um diagnóstico correto, de forma a despistarmos outras doenças mais severas que poderão estar na base desta dificuldade em digerir o glúten.

O Glúten é uma mistura complexa de centenas de proteínas que se encontra no endosperma de alguns cereais, das quais se destacam a gliadina e a glutenina.  A matriz de Glúten e funções que dela resultam são essenciais para determinar a qualidade da massa do pão e de outros produtos como massas, bolos, doces e biscoitos.

O glúten é estável ao calor e tem a capacidade de atuar como agente de ligação e extensão e é comumente usado como aditivo em alimentos processados para melhorar a textura, o sabor e a retenção de humidade. As propriedades reológicas e funcionais incomuns do glúten dependem da proporção de gluteninas e gliadinas e das suas interações.

Estes componentes têm funções diferentes, cruciais na determinação das propriedades viscoelásticas (retenção do dióxido de carbono libertado durante a fermentação do pão) e na qualidade do produto final.

Contudo, embora estas proteínas sejam inócuas para a maioria da população, existem casos em que podem ter um efeito inflamatório no organismo - especialmente no caso da doença celíaca e de doenças de caráter inflamatório.

  

Doença celíaca


Consiste numa doença global, afetando cerca de 1% da população na Europa. Em Portugal, estima-se que 1 a 3% da população portuguesa seja celíaca, mas apenas cerca de 10 000 pessoas estarão diagnosticadas.

A doença celíaca carateriza-se por um estado de inflamação crónica na mucosa intestinal aquando da ingestão de glúten, o que desencadeia uma série de reações imunológicas contra o próprio intestino que modificam a sua mucosa e provocam consequências, como a diminuição da absorção de nutrientes e o aumento do risco de outras doenças, como a osteoporose.

Os principais sintomas da doença são diarreia e/ou obstipação, distensão abdominal, atraso no crescimento, perda ou aumento de peso insuficiente e alterações de humor. O tratamento da doença celíaca passa exclusivamente por uma dieta isenta de glúten, permitindo a regeneração total da mucosa do intestino. Na doença celíaca, torna-se igualmente essencial ter especial atenção a nutrientes chave como a vitamina D e o cálcio, para os quais se pode verificar uma menor capacidade de absorção.

Quando ocorre algum tipo de sintoma associado à ingestão destes alimentos, pode fazer sentido restringir o glúten da alimentação. Caso estes sintomas sejam recorrentes está na altura de procurar um nutricionista, uma vez que estes sintomas podem ter muitas outras causas que não a sensibilidade ao glúten, as quais devem ser o mais rapidamente possível detetadas, para prevenir consequências mais graves.

 

pao
cereais

Como fazer uma dieta isenta de Glúten?


Estes cereais, por exemplo, contêm Glúten:

  • Trigo
  • Cevada
  • Espelta
  • Centeio
  • Aveia

Em alternativa a estes cereais, existe também disponível o cereal de aveia sem glúten, e já existem muitas variedades de massas à base de leguminosas.

Na hora de escolher produtos sem glúten, torna-se muito importante saber interpretar rótulos alimentares, não só para verificar se o alimento efetivamente não contém os cereais supracitados, mas também porque, embora atualmente já existam muitas opções equilibradas no mercado isentas de glúten, há também muitos produtos que não são interessantes a nível nutricional.

Especialmente no que diz respeito a bolachas, bolos e pães, são lhes frequente acrescentados aditivos, sal, gorduras e açúcares para reproduzir a textura, sabor e aspeto dos produtos sem glúten.

Alguns alimentos podem ter contaminação cruzada, isto é, os alimentos podem ter resíduos de glúten, por exemplo por terem sido produzidos na mesma fábrica que um alimento com glúten. Da mesma forma, é essencial ter cuidados em casa, na preparação dos alimentos (ao usar-se os mesmos utensílios em produtos com e sem glúten).

É necessário ter atenção a outros produtos, tais como os que contêm malte, extrato e xarope de malte e os que contêm amido ou amido modificado, proteína vegetal, proteína hidrolisada do trigo, fibras alimentares e aditivos do grupo E-14xx, quando não é indicada a sua origem.

 

Não desanime!


Apesar de a maioria das pessoas possa consumir diariamente produtos com glúten, existem efetivamente casos em que este deve ser evitado.

Felizmente, há muitas alternativas aos cereais com glúten, tais como o arroz, a quinoa e o trigo sarraceno, pelo que a dieta sem glúten não tem de ser aborrecida nem restritiva e, com estas pequenas substituições, pode até ser muito semelhante a uma dieta com glúten.

Por exemplo, experimente os produtos PorSi VivaBem sem glúten. Seja o pão ou as madalenas, muffins e bolos de arroz premiados pelos consumidores como Sabor do Ano 2021 e licenciados pela APC, são deliciosos.

Faça o download do Livro de Atividades desenvolvido em parceria com a APC, destinado a pais, crianças e professores e divirtam-se a aprender.

 

produtos porsi

Artigos Lillian Barros

PARTILHE

LOJA ONLINE

Este Intermarché não dispõe ainda do serviço de loja online.
Por favor indique-nos o seu nome e email para ser notificado logo que o serviço esteja disponível nesta loja.
Ou escolha outra loja online

NEWSLETTER

A ITMP Alimentar, S.A. – NIPC 503 882 003, situada em Lugar do Marrujo, Bugalhos - 2384-004 Alcanena, tratará os seus dados pessoais de forma automática para lhe enviar informações e promoções sobre produtos e serviços Intermarché, cumprindo com o disposto no Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados. Os dados serão conservados pelo período em que o Cliente mantiver ativa a sua subscrição da newsletter. O consentimento expresso do Cliente é o fundamento jurídico aplicável à recolha e utilização dos seus dados pessoais para os fins indicados.

Tem o direito de, a qualquer momento e de forma gratuita, exercer os seus direitos de aceder, de atualizar, de retificar, de apagar, de limitação do tratamento, de oposição ao tratamento dos seus dados pessoais e de portabilidade dos mesmos ou de revogar o seu consentimento, devendo, para o efeito, dirigir-se ou enviar correspondência para a morada acima mencionada ou através do e-mail geral@mosqueteiros.com.

Caso deseje fazer uma reclamação sobre a forma como os seus dados pessoais estão a ser processados pela ITMP Alimentar, S.A. pode fazê-lo para a morada acima indicada e, também, para autoridade supervisora (Comissão Nacional de Proteção de Dados – CNPD, Av. D. Carlos I, 134 - 1.º 1200-651 Lisboa, Tel: 351 213928400, Fax: +351 213976832, e-mail: geral@cnpd.pt).

Se consentir o tratamento dos seus dados pessoais para o envio de informações e promoções sobre produtos e serviços Intermarché, clique em "Li e aceito".