Sabe o que mudou
nas nossas marcas?

Header Imagem

VERSÁTIL E DELICIOSO


É dos produtos mais consensuais e com maior presença nas casas portuguesas. O pão é a escolha predileta para o pequeno-almoço – com manteiga ou compota, por exemplo – e o acompanhamento nas refeições principais. Serve também, muitas vezes, de entrada reinventada com vários acompanhantes.

O cheiro a pão acabado de sair do forno abre de imediato o apetite. Portugal tornou-se perito a reinventar receitas e a dar um toque regional a este alimento. De norte a sul (e nas ilhas!), conheça alguns dos pães que não encontra em todas as padarias.

 

Pão Português
Regueifa

MINHO - REGUEIFA OU ROSCA


Alguns chamam-lhe regueifa, outros rosca. Regra geral, no Norte, todos sabem a que se refere independentemente da designação.

É um pão familiar, mais esponjoso no interior que o pão comum e com uma crosta mais dura, que se apresenta em forma redonda entrançada. Comprar a regueifa ao domingo é uma tradição antiga. Muitas padarias apenas a fazem neste dia.

 

TRÁS-OS-MONTES - BROA DE MILHO


É certo que a broa não é caraterística apenas desta região, mas é em Trás-os-Montes que lhe dão o twist perfeito. Nesta zona, a broa de milho – um pão de crosta bem dura e de interior muito suave – é feita com pedaços de enchidos, cortados em pequenas lascas.

O resultado é um pão tipicamente português, que se desfaz na boca, com sabor a chouriço e que não precisa de mais nenhum acompanhamento para ser o rei da mesa. Veja a receita aqui.

 

Broa de milho
Pão alentejano

ALENTEJO - PÃO ALENTEJANO


De côdea dura e crocante, com um interior muito consistente e um sabor ligeiramente azedo – por ser feito com massa-mãe –, o pão alentejano é uma iguaria que saltou os limites da região.

A forma é muito caraterística, mais alta de um lado do que outro. É um pão muito apreciado com um simples fio de azeite e azeitonas nas fatias. Há quem, também, lhe remova a parte superior depois de pronto e o recheie.

 

CENTRO - PÃO DE MAFRA


Quem visita Mafra não resiste a provar a iguaria da região. Tão popular, o pão de Mafra distingue-se por ter um interior muito leve e pela elevada percentagem de água. A receita é, desde 2012, marca registada, para que não haja falsificações.

A única forma de apreciar oficialmente um pão de Mafra é eleger a produção local deste pão, feita na totalidade com os ingredientes da região, cozido em forno tradicional a lenha e com um elevado teor de hidratação. Mas não se preocupe: a procura é tanta que os produtores expedem para vários pontos do País!

 

Pão de mafra
Pão de alfarroba

SUL - PÃO DE ALFARROBA


Diz o velho ditado: “A necessidade faz o engenho.” No Algarve, para colmatar a falta de trigo e de milho, juntava-se alfarroba à mistura, uma vez que a alfarrobeira é bastante abundante na região.

Assim nasceu um pão carateristicamente muito escuro e bastante denso, com notas de alfarroba.

 

MADEIRA - BOLO DO CACO


O nome pode levar a enganos. O bolo do caco é um bolo salgado que, na ilha, toma a posição de pão. É feito com farinha de trigo e batata-doce. E não vai ao forno! Este pão é cozido em lume brando, num tacho onde se cobre o pão com água e uma pitada de sal.

É fácil de recriar, mas os especialistas defendem que nunca haverá bolo do caco tão bom como o que se come na ilha.

Bolo do caco

Dicas para aproveitar o melhor de Portugal

PARTILHE

LOJA ONLINE

Este Intermarché não dispõe ainda do serviço de loja online.
Por favor indique-nos o seu nome e email para ser notificado logo que o serviço esteja disponível nesta loja.
Ou escolha outra loja online

NEWSLETTER

A ITMP Alimentar, S.A. – NIPC 503 882 003, situada em Lugar do Marrujo, Bugalhos - 2384-004 Alcanena, tratará os seus dados pessoais de forma automática para lhe enviar informações e promoções sobre produtos e serviços Intermarché, cumprindo com o disposto no Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados. Os dados serão conservados pelo período em que o Cliente mantiver ativa a sua subscrição da newsletter. O consentimento expresso do Cliente é o fundamento jurídico aplicável à recolha e utilização dos seus dados pessoais para os fins indicados.

Tem o direito de, a qualquer momento e de forma gratuita, exercer os seus direitos de aceder, de atualizar, de retificar, de apagar, de limitação do tratamento, de oposição ao tratamento dos seus dados pessoais e de portabilidade dos mesmos ou de revogar o seu consentimento, devendo, para o efeito, dirigir-se ou enviar correspondência para a morada acima mencionada ou através do e-mail geral@mosqueteiros.com.

Caso deseje fazer uma reclamação sobre a forma como os seus dados pessoais estão a ser processados pela ITMP Alimentar, S.A. pode fazê-lo para a morada acima indicada e, também, para autoridade supervisora (Comissão Nacional de Proteção de Dados – CNPD, Av. D. Carlos I, 134 - 1.º 1200-651 Lisboa, Tel: 351 213928400, Fax: +351 213976832, e-mail: geral@cnpd.pt).

Se consentir o tratamento dos seus dados pessoais para o envio de informações e promoções sobre produtos e serviços Intermarché, clique em "Li e aceito".