Sabe o que mudou
nas nossas marcas?

Header Imagem
Natal dicas de poupança

DICAS DE POUPANÇA


A época natalícia é, por excelência, a altura em que as poupanças parecem não chegar para todas as compras que estão por fazer e os desejos por realizar.

Da mesa aos embrulhos, dos jantares da empresa e com os amigos às lembranças para aqueles que nos ajudam durante o ano. Exceder orçamentos e deixar as poupanças a zeros não é tarefa difícil nesta época festiva.

Antes de partir para a loucura, o melhor é seguir estes conselhos.

DEBAIXO DO PINHEIRO

  • Faça uma lista das pessoas que quer presentear
    A tendência é de fazer uma lista “por alto” ou apenas das pessoas com quem sabe que vai gastar mais dinheiro. Grão a grão enche a galinha o papo. Também grão a grão o vai esvaziando. Aponte todas as pessoas, mesmo aquelas prendas que representam “uns trocos”, e não debande dessa lista.

  • Determine um budget total
    Se definir quanto quer gastar, de forma individual, com cada um dos presentes, vai acabar por ultrapassar o valor que estipulou. Determine um valor integral e só depois faça a divisão pela lista de contemplados. Se, em alguma compra, ultrapassar o valor, compense no custo de outra prenda.

  • Limite os gastos em lembranças
    Agradecer, por exemplo, às educadoras ou às professoras é um gesto bonito. Mas se o colégio tem mais do que um cuidador por sala, o hábito pode tornar-se dispendioso. Opte por oferecer lembranças personalizadas, como um jarro com doces ou uma vela feita à mão. O gesto vai ser apreciado e é bem mais económico.

  • Seja honesto com familiares e amigos 
    É constrangedor receber um presente e não ter nada para dar em troca. Ainda que oferecer deva ser, por regra, um gesto desinteressado, é preferível abordar com antecedência o assunto, mesmo que em modo casual, e alertar para as contenções. Podem até combinar optar pelos amigos secretos ou mesmo presentear apenas os mais novos.
Natal dicas de poupança
Natal dicas de poupança
À MESA

  • Determine o que precisa com antecedência
    O típico “ainda falta muito” pode estar neste momento a assomar na mente como um sinal descarado, mas preparar e avançar com uma lista de ingredientes e decorações que vai precisar para o grande dia é uma forma de evitar a azáfama do mês de dezembro, dos feriados e das compras de última hora.

  • Colecione folhetos
    Isto é válido tanto para os bens alimentares como para outros objetos, nomeadamente os presentes. Não deite os folhetos fora sem os abrir. Muitas vezes, ainda em novembro, há promoções imperdíveis em artigos que não se estragam – bebidas, ingredientes, decoração. É a lei da oferta e da procura a funcionar: quanto mais pessoas querem, mais caro vai ficar. Planeie.

  • Compare artigos de diversas marcas, incluindo as próprias
    É um erro pensar que a qualidade se faz pelo letreiro. Claro que em alguns produtos há diferenças, mas na maioria isso não acontece. Quando há distinção, a diferença de preço não se justifica. Privilegie a leitura dos rótulos e não das marcas.

  • Tenha todos os cartões à mão
    As superfícies comerciais com cartão aproveitam estas épocas para descontos especiais, sobretudo para clientes fidelizados. Num primeiro momento até pode querer dizer que não vale a pena andar à procura do cartão de cliente, mas no fim, quando a fatura aparecer mais módica, vai perceber que este pequeno gesto vale muito.
DECORAÇÃO DENTRO DE PORTAS

  • Escolha uma árvore de natal artificial
    Se ainda não tem, este ano é o ano! Além de serem mais económicas, porque duram uma vida, não são tão prejudiciais ao ambiente. E são igualmente bonitas!

  • Opte por mudar apenas alguns pormenores
    Se já tem um serviço de louça alusivo ao Natal, renove pequenos elementos decorativos, como os guardanapos ou os marcadores de mesa. O mesmo para a decoração da árvore: troque apenas as bolas, e deixe as luzes. A não ser que já se tenham fundido 50%.

  • Cuidado com o presépio!
    Se tem presépios tradicionais de barro ou mais modernos, de vidro, tenha cuidado na hora de os pôr em exposição. Evite sítios que as crianças usem durante as brincadeiras ou locais de passagem, como o corredor.

  • Ilumine com lâmpadas económicas
    Para que não note uma grande diferença na fatura da eletricidade a seguir, escolha luzes led, tanto para enfeitar como para iluminar a casa.
Natal dicas de poupança
Natal dicas de poupança
NOS DIAS DE NATAL

(sim, no plural, já vai perceber porquê)


  • Limite o budget
    Com o aproximar da época natalícia, a carteira, já de si apertada, estrangula. Mais uma vez, é importante limitar o orçamento. Evite fazer refeições em sítios muito caros. Escolha locais onde se coma bem, por um preço mais convidativo e em segurança.

  • Sugira refeições em casa
    Esta opção não é válida para todas as ocasiões, mas sempre que seja possível opte por jantar em casa. Ainda que compre comida já preparada, fica mais barato do que a ida a um restaurante. E mais aconchegante, também.

  • Recicle outfits
    Esta é especial para as festas das empresas, do colégio… Se as pessoas com quem se vai cruzar não são sempre as mesmas, porque não voltar a usar o mesmo conjunto? Os acessórios fazem a diferença. Já que estamos em modo reutilizar, pode também ir buscar outfits do ano passado. Já ninguém se lembra!
NA NOITE (E NO DIA) DE NATAL

  • A ajuda é preciosa
    Mostre-se sempre prestável para ajudar. Chegue mais cedo e participe em algumas tarefas. O Natal é época de partilha, incluindo para as coisas menos boas.

  • Partilhar, outra vez!
    Há a tendência para se exagerar nos gastos. Mas nem todas as famílias têm a mesma capacidade para suportar tanta despesa. Divida as contas ou, em alternativa, peça para cada um participar na ceia. Uns trazem as bebidas, outros ficam responsáveis pelas entradas. Os mais dotados com as sobremesas. Parecendo que não, já reduz a conta final.

  • Não se deixe levar pelos nervos
    O tempo escasseia para tantas tarefas, os ingredientes parecem não bater certo e faltam algumas compras. Não stress! Respire fundo e deixe-se invadir pelo espírito de paz e felicidade do Natal. Afinal, andou dois meses a pensar nisso… Agora aproveite!
Natal dicas de poupança

PARTILHE

LOJA ONLINE

Este Intermarché não dispõe ainda do serviço de loja online.
Por favor indique-nos o seu nome e email para ser notificado logo que o serviço esteja disponível nesta loja.
Ou escolha outra loja online

NEWSLETTER

A ITMP Alimentar, S.A. – NIPC 503 882 003, situada em Lugar do Marrujo, Bugalhos - 2384-004 Alcanena, tratará os seus dados pessoais de forma automática para lhe enviar informações e promoções sobre produtos e serviços Intermarché, cumprindo com o disposto no Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados. Os dados serão conservados pelo período em que o Cliente mantiver ativa a sua subscrição da newsletter. O consentimento expresso do Cliente é o fundamento jurídico aplicável à recolha e utilização dos seus dados pessoais para os fins indicados.

Tem o direito de, a qualquer momento e de forma gratuita, exercer os seus direitos de aceder, de atualizar, de retificar, de apagar, de limitação do tratamento, de oposição ao tratamento dos seus dados pessoais e de portabilidade dos mesmos ou de revogar o seu consentimento, devendo, para o efeito, dirigir-se ou enviar correspondência para a morada acima mencionada ou através do e-mail geral@mosqueteiros.com.

Caso deseje fazer uma reclamação sobre a forma como os seus dados pessoais estão a ser processados pela ITMP Alimentar, S.A. pode fazê-lo para a morada acima indicada e, também, para autoridade supervisora (Comissão Nacional de Proteção de Dados – CNPD, Av. D. Carlos I, 134 - 1.º 1200-651 Lisboa, Tel: 351 213928400, Fax: +351 213976832, e-mail: geral@cnpd.pt).

Se consentir o tratamento dos seus dados pessoais para o envio de informações e promoções sobre produtos e serviços Intermarché, clique em "Li e aceito".